pgb-logo
/
/
[EXAME] – Geekonomy: Maioria gamer no Brasil – mulher e preta – desafia estereótipos

Confira a presença
da PGB na mídia

[EXAME] – Geekonomy: Maioria gamer no Brasil – mulher e preta – desafia estereótipos

COMPARTILHAR:

A maior parte dos gamers brasileiros é preta ou parda. E mulher. Quase metade dos jogadores vem de classes sociais baixas e médias.

As informações são da Pesquisa Game Brasil 2021 (PGB), divulgada na última quarta (7), que apresenta dados sobre o perfil e o comportamento dos jogadores brasileiros, incluindo suas plataformas preferidas e hábitos de consumo relacionados com marcas.

Pouco menos de um terço (30,3%) dos gamers afirma ter uma renda média familiar de até R$ 4.180. Esse público só conseguiria comprar um videogame de nova geração se juntasse mais de um mês de sua renda sem gastar com nenhuma outra necessidade. Um público um pouco maior de jogadores (30,8%) vive com uma renda média familiar de até R$ 2.090, o que os distancia ainda mais do universo dos consoles.

Últimas Notícias

PGB na Imprensa
[BAND] - Mulheres ganham mais espaço no mercado de games
PGB na Imprensa
[Meio&Mensagem] - No Brasil, público de games corresponde a 74,5% da população
PGB na Imprensa
[Globo Esporte] - Público de games aumentou para 74,5%

Fale com nossos especialista

Gostou do que
viu pelo site e está
com curiosidade
sobre o conteúdo
da pesquisa?